Governo Lula cancela Bolsa Família de mais de 200 famílias de Várzea Alegre

O bolsa família é um dos principais programas de transferência de renda do país, com mais de 20 milhões de abonados.

Recentemente o atual ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias, disse que o governo encontrou irregularidades no cadastro de 1,5 milhão de beneficiários do programa Bolsa Família. Cerca de 10 milhões de beneficiários foram avaliados pelo governo federal.

Desde o começo do mês de janeiro, o novo governo está fazendo uma revisão nos dados do sistema do Cadastro Único para Programas Sociais, o CadÚnico. É a chamada Operação Pente Fino. Um movimento que é semelhante ao que é realizado, de forma regular, nos benefícios assistenciais e previdenciários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Nesse sentido, é importante lembrar que o Cadastro Único (CadÚnico) corresponde ao sistema que dá acesso a uma série de benefícios que são pagos e administrados no âmbito do Governo Federal.

A maior parte dos cadastros irregulares são de pessoas que moram com a família, mas que no cadastro do CadÚnico, declararam ser famílias unipessoais, ou seja, pessoas que moram sozinhas.

Várzea Alegre

       No município de Várzea Alegre mais de duzentas famílias foram atingidas e tiveram o benefício cancelado pelo governo Lula. Ainda assim pelo menos 7.552 pessoas continuarão recebendo o benefício somente no município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − catorze =