Várzea Alegre: Moradores do bairro Grossos reclamam de ruas sem condições de tráfego

Com a chegada das chuvas os problemas maquiados por gestões ineficientes reaparecem. Um morador da Rua Maria Furtado da Conceição, bairro Grossos, entrou em contato com a nossa reportagem para reclamar do “tamanho do descaso e falta de respeito da gestão com o cidadão que paga impostos”.

Essa rua fica há menos de cinquenta metros da casa do atual vice-Prefeito de Várzea Alegre e, segundo moradores, é apenas um exemplo de várias ruas que estão em situações iguais ou piores naquele bairro. “Não tenho como entrar nem sair de casa com carro ou moto. A situação é crítica e já foram muitas promessas e nada foi feito. Aqui não temos calçamento, saneamento, aqui não temos nada. E é porque fica no bairro do vice prefeito, imagina o resto da cidade”, relatou indignado o morador que pediu para não ser identificado.

Outro cidadão entrou em contato com a nossa redação, desta vez da zona rural, sítio Buenos Aires. Segundo ele, que também pediu para não ser identificado com medo de represálias, hoje teria vacinação na área, mas por causa das condições degradantes da estrada o carro com a equipe da saúde não teve condições de passar. A vacinação seria destinada a pessoas acamadas e idosos sem condições de se deslocar até o posto de saúde do Riachinho.

Estrada Sítio Buenos Aires

“Aqui era para estar calçado. Quando Vanderlei era prefeito as pedras para calçar a rua vieram, mas quando mudou a gestão vieram e tiraram as pedras. Até hoje ninguém sabe onde foram parar essas pedras”, desabafou o morador. “Quando o atual prefeito morava aqui no Buenos Aires ele mandou calçamento até a casa que ele morava. Daí não veio mais nada”, concluiu.

Estrada Sítio Panelas

Andando pela cidade, isso sem falar na zona rural, é nítida a situação de total falta de infra estrutura nas ruas. Até algumas obras de asfaltamento recém concluídas estão se deteriorando, revelando pouca qualidade dos serviços e materiais utilizados bem como ausência de planejamento e fiscalização.

O inverno ainda segue, estamos na metade da quadra invernosa. Certamente muitos problemas estruturais da cidade ainda haverão de aparecer. Estaremos acompanhando e dando voz ao povo, mostrando a realidade de um município que respira com a ajuda de aparelhos e de cidadãos e cidadãs que, de certa forma, pagam o preço de suas escolhas nas milionárias campanhas eleitorais de Várzea Alegre.

Quer mostrar sua indignação com algum fato que o incomoda? Mande mensagem para o WhatsApp (85) 99624-7444. Daremos voz à sua demanda. Participe, fiscalize, cobre, o salário dos políticos quem paga é você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um + dezoito =