Ameaça, insulto, constrangimento: esses foram os resultados da reunião da Câmara de Vereadores da última quarta-feira em Várzea Alegre

A última sessão da Câmara de Vereadores de Várzea Alegre, ocorrida na quarta-feira (17), foi realmente de muita complexidade. Embora o fato que mais tenha chamado a atenção e repercutido nas redes sociais tenha sido a fala da Gabriela Aparecida de Oliveira, do sítio Caiçara, distrito de Canindezinho, que fez uso da tribuna livre para relatar o seu descontentamento com o poder Legislativo, em especial com o presidente da Câmara Vereador Alan Salviano, um fato que aconteceu nos bastidores foi mais grave ainda.

Segundo o que o EscotilhaNews pôde apurar, o jovem Carlos Daniel da Silva Sousa, 18 anos, morador do bairro Grossos, responsável pelo blog de notícias intitulado Informativo Leia Comigo, teria sido ameaçado pelo atual vice-Prefeito Dr. Fabrício Rolim.

Após ter sido convidado pelo Vereador Robério Vieira (PSD) para receber uma “moção de aplausos” na condição de líder comunitário do bairro Grossos – mesmo bairro onde reside o vice-Prefeito -, durante a sessão e a leitura do documento que concedia ao jovem referida moção teria desagradado o Dr. Fabrício. Que não teria concordado com os fatos expostos que justificassem a homenagem ao jovem.

Documento que deu origem à contenda

Após algumas discussões, nas quais ocorreram defesas a favor de Carlos Daniel, mas também contra, o Vereador Robério Vieira teria chamado o jovem em um canto para informar que a moção havia sido “retirada”.

Nesse momento o jovem, sem entender nada e, muito confuso, se retirou do plenário e foi até o estacionamento da instituição. Nesse momento teria chegado o Dr. Fabrício Rolim que teria se dirigido ao jovem e falado as seguintes palavras:

“O Grossos tem um vice-prefeito, você me respeite. Cuidado com sua vida! Cuidado! Moleque! Seu Moleque!”.

Segundo as apurações, em seguida o Dr. Fabrício se dirigiu ao plenário, quando se deparou com a Vereadora Ciete do Sindicato, que observava o acontecimento e nesse momento pediu que o vice-Prefeito tivesse calma e que não seria daquela forma que se iria resolver nada. Nesse instante Carlos Daniel teria se levantado da calçada e perguntado a Dr. Fabrício se realmente o mesmo estava ameaçando. Nesse momento Alan Salviano e outros Vereadores presenciaram e acalmara a situação.

Apurado mais ainda que a Vereadora Valdelene Bitu (PSD) acalmou o jovem e encaminhou o mesmo ao Hospital São Raimundo, pois o mesmo estava pálido e com a respiração ofegante.

No hospital, foi verificado que a pressão do jovem estava em 9/6, bem baixa e que suas mãos estavam dormentes.

O EscotilhaNews entrou em contato com o jovem, o qual confirmou os fatos mencionados.

Dr. Fabrício, vice-Prefeito

Entramos em contato também com a assessoria do vice-Prefeito. O próprio retornou o nosso contato e confirmou o ocorrido, mas negou que tenha havido qualquer tipo de ameaça de morte. Segundo o Dr. Fabrício, o documento apresentado para a moção de aplausos não seria verdadeiro, o que o deixou indignado. “Estou aqui para esclarecer. Não ameacei ninguém. Mas o documento que estava sendo lido pelo Vereador Robério não dizia a verdade. Foi por isso que me revoltei”, disse Fabrício à nossa reportagem.

Vereadora Ciete do Sindicato

Entramos em contato também com a Vereadora Ciete do Sindicato, que disse que não presenciou a discussão, mas que chegou no final e que viu que Carlos Daniel estaria passando mal. Conduziu o mesmo ao hospital e confirmou que a pressão do mesmo teria chegado a 8/6. Deixou o jovem no hospital após ele ter sido medicado.

Vereador Robério Vieira

Não conseguimos contato com o mesmo.

Vereador Alan Salviano

Retornou imediatamente o nosso contato e confirmou que houve de fato um desentendimento entre o vice-Prefeito e o jovem Carlos Daniel. Entretanto, disse que não presenciou os fatos. Questionado sobre as imagens da Câmara, disse que estariam à disposição da justiça, caso houvesse necessidade. Segundo Alan, será analisada a possibilidade de abertura de um procedimento administrativo para a apuração dos fatos.

2 comentários em “Ameaça, insulto, constrangimento: esses foram os resultados da reunião da Câmara de Vereadores da última quarta-feira em Várzea Alegre”

  1. Tem pessoas que usam seus cargos políticos para ameaçar pessoas que não tem como se defender. Faltou um pouco de inteligência desse rapaz pois eu tinha ligado o gravador do celular e aí não teriam nenhuma desculpa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =