Em Várzea Alegre gata é ferida com espingarda de chumbinho no bairro Serrinha

Uma gata virou alvo de atirador no bairro Serrinha, em Várzea Alegre. No último domingo (21), uma gatinha que havia sido adotada por uma família do bairro Serrinha apareceu com uma perfuração nas costas, próximo à sua cauda.

Gatinha Bebela

Na segunda-feira (22), o animal, que foi batizado com o nome de “Bebela” foi levado a um veterinário e foi constatado que o mesmo havia sido atingido por um chumbinho. Após a realização da cirurgia, um pequeno pedaço de chumbo foi retirado do seu corpo.

“Apareceu uma gatinha de rua na casa da família onde eu trabalho. Minha patroa, com dó do animal, acolheu a gatinha. A gente vinha cuidando dela, Ontem (domingo) ela apareceu com uma ferida nas costas e um caroço. Quando foi hoje (segunda) levamos ela no veterinário onde ele disse que era um chumbinho e fez a retirada dele. Não é a primeira vez que isso acontece lá não, agora quem faz isso ninguém sabe”, disse a denunciante que pediu para não ser identificada.

Chumbinho retirado do corpo de Bebela

A gata Bebela se recupera bem e já está na casa dos seus responsáveis.

O EscotilhaNews orientou a denunciante a registraria boletim de ocorrência (BO) na Delegacia de Polícia Civil.

Este é o segundo caso, em menos de uma semana, de maus tratos de animais em Várzea Alegre. No caso anterior um gato foi encontrado na noite de sábado com a boca selada com cola quente. O caso foi inclusive matéria de um jornal da TV Verdes Mares .

Crime

Nestes casos, é aberta investigação que pode resultar em punição dos responsáveis por maus tratos, cuja pena é de até 3 anos de reclusão.

A orientação aos donos de animais que sejam vítimas é sempre denunciar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete − 14 =