GOLPE DA FACÇÃO: onda de extorsão se intensifica em Várzea Alegre e preocupa as autoridades

Saiba como os criminosos estão entrando em contato para extorquir dinheiro de vítimas através de ameaças

A Polícia Militar de Várzea Alegre está preocupada com o aumento do número de pessoas que estão sendo vítimas de mais uma modalidade de golpe. O Comando de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas – CPRAIO – do município alerta a população sobre o “golpe da facção” que vem causando pânico nas pessoas que recebem ligações ou mensagens pelos aplicativos de mensagens.

O golpe

Os bandidos entram em contato com as vítimas identificando-se como integrantes de facção criminosa e, por meio de ameaças e intimidações, tentam extorquir dinheiro para que as ameaças não sejam concretizadas.

Os criminosos se passam por faccionados, fazendo uso do linguajar do submundo do crime, visando dar credibilidade às ameaças. Os bandidos, na maioria dos casos, diz à vítima que descobriu que ela supostamente denunciou o tráfico e por isso eles vão matá-la, mas se ela pagar uma certa quantia estará perdoada. Para intensificar o medo da vítima eles inserem filhos. Na verdade os bandidos não sabem o endereço e nem quem são as vítimas, as ligações são aleatórias. Somente comércios, conseguem endereços nas mídias de publicidade.  O golpe também é direcionado a comerciantes, indiscriminadamente. Para os comerciantes as ameaças consiste na cobrança de explicações dos lojistas do porquê estariam denunciando o tráfico. Caso a vítima se negue a dar esclarecimentos, a ordem é para “execução de todos” e para “colocar fogo” no local.

Esses bandidos têm utilizado vídeos capturados na internet, portanto, não são dessas facções que eles dizem ser. O objetivo deles é causar pânico nas vítimas para que ela, naquele momento de desespero, faça a transferência tendo um prejuízo financeiro.

Vídeo recebido pela vítima que procurou o EscotilhaNews

O EscotilhaNews foi procurado por uma das vítimas em Várzea Alegre a qual relatou os fatos e nos enviou prints da conversa e vídeos enviados pelos criminosos com o intuito de causar pânico e medo.

Print enviado por vítima ao EscotilhaNews de parte da conversa

O EscotilhaNews conversou com o Capitão J. Martins, Comandante do CPRaio, o qual reforça que as modalidades de golpes são diversos . Em outra situação em que os criminosos tentam extorquir a vítima, a conversa é que a mesma estaria dando em cima da mulher de um traficante, e assim o bandido faz ameaça de morte e pede dinheiro.

Como agir

As vítimas devem BLOQUEAR as ligações para não demonstrar medo, jamais repassar dinheiro aos criminosos e depois registrar boletim na polícia na Delegacia de Polícia Civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 14 =