Momento de Reflexão, com Daci França

Utopia

A pertinaz de um sonho, que não passou de utopia/

Incapaz de realizar-se, por não pertencer somente a mim/

Transcendentes emoções, se desfazem, como nuvens em ventanias/

Formando estilhaços de lembranças vagas, incapazes de se harmonizar/

A nobreza era esplêndida, de um coração encantado, preso a um sonho, entrelaçado na alma/

Que vivia na solitude, por não ser compartilhado, existindo o anseio, que se tornasse realidade/

A força sublime dos sentimentos, fazia-me notar/

Que aquele sonho não passara de utopia, pois aquela perfeição, me fazia desconfiar/

Na estrada, enquanto caminhava, o pó cobria-me os pés/ 

Parecia próximo a chegada, mas quando percebi, já estava acordada.

Dacilene de França

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + quinze =