Várzea Alegre adere à paralisação dos municípios cearenses dia 30 de agosto

Várzea Alegre irá aderir ao movimento de paralisação que será realizado pelos prefeitos cearenses, organizado pela Aprece – Associação dos Municípios do Estado do Ceará, contra a redução de repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do ICMS sobre combustíveis, energia e comunicação.

Somente agora, no mês recente de julho, a queda no repasse do Fundo de Participação dos Municípios – FPM foi de 34%. Já neste mês de agosto, no período de dez dias, esse repasse diminuiu 24%, alertando os municípios sobre as condições para manter o funcionamento das cidades e a prestação de serviços à população. “Ao somar o aumento das despesas e a redução das receitas, essa conta não fecha”, comentou o prefeito Zé Helder que é Secretário Geral da Aprece.

De acordo com Zé Helder, cerca de 160 prefeituras cearenses devem aderir à paralisação, e outros estados brasileiros também devem se juntar ao movimento em 30 de agosto, sendo essa uma movimentação nacional de prefeitos.

Zé Helder enfatizou que o movimento não se trata de uma greve ou de um confronto com o governo, mas sim de um manifesto em prol dos municípios.

Ele reforçou que é aliado do governo estadual e do governo federal, porém, diante do aumento de despesas e queda de receitas, há a necessidade de se manifestar e cobrar atenção para os municípios, onde de fato, as coisas acontecem e o serviço à população não pode ficar prejudicado.

Fonte/foto: Portal do município de Várzea Alegre/Nelson Rodrigues

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =