Moradores do bairro Grossos continuam sem água; Cagece se justifica

Moradores alegam que em alguns locais o desabastecimento já chega a mais de seis meses. A Cagece afirmou que o problema está sendo resolvido junto a outros atores

O EscotilhaNews recebeu uma série de reclamações de moradores do bairro Grossos, em Várzea Alegre, sobre problemas com abastecimento de água. Como na maioria das cidades cearenses, em Várzea Alegre esse serviço é prestado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Todavia, segundo os relatos trazidos por moradores, os últimos meses tem sido marcado por total desassistência.

De acordo com a população local, em algumas residências a falta de água já total já passa de seis meses. Pessoas alegaram que a situação encontra-se em estado crítico, pois diversas famílias estariam sem água para realizar as atividades do cotidiano.

Procurada pelo EscotilhaNews, a Gerente Local da Cagece, Sra. Miliane Pinheiro Nunes disse que “Esse procedimento está sendo resolvido, mas a pendência não é a Cagece, é a problemática da Secretaria de Obras Públicas – SOP”. “A Cagece quer fazer a obra, mas precisa a SOP liberar”, concluiu a gerente. Miliane acredita que o problema está mais perto do que longe de ser resolvido.

Uma das localidades mais prejudicadas é p “Alto do Zeca”, na avenida Lúcia Correia, parte alta, saída para o município de Iguatu.

Procuramos também o Vereador Alan Salviano, presidente da Câmara Municipal, que informou que está articulando junto ao prefeito da cidade e a Cagece para que a obra seja iniciada o mais rapidamente possível.

Com relação ao poder Legislativo, nós fizemos o encaminhamento através do nosso jurídico provocando o Ministério Público, enviando carta à Cagece não apenas no escritório regional e local, mas também a nível estadual e os órgãos do governo. A nossa expectativa é que a Cagece e o governo do estado como um todo tome de forma imediata a iniciativa de resolver esse problema”, relatou Alan à nossa redação.

Confira o áudio enviado pelo Vereador Alan Salviano à nossa redação:

Vereador Alan Salviano

Entramos em contato também com o Ministério Público (MP) e fomos comunicados que o Promotor da cidade encontra-se em gozo de férias. Pedro Costa, funcionário da instituição nos informou que o MP está conversando com as entidades e que o município também está cobrando agilidade da SOP.

Conversamos também com alguns moradores do bairro, insatisfeitos e revoltados com a situação. Confira:

Francisca Alcântara – moradora
Francisco Alves – morador

Foto: Arquivo EscotilhaNews

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + 20 =