Ação ostensiva e imediata da Polícia Militar de Várzea Alegre contribuiu com a prisão de três golpistas que atuavam no município

Ação culminou com a prisão de três golpistas que haviam acabado de fazer uma vítima em uma agência bancária da Caixa Econômica de Várzea Alegre

Neste sábado (23), por volta das 09h30, a Polícia Militar de Várzea Alegre foi acionada através da Central de Operações da Polícia Militar (COPOM) informando que um cidadão estaria realizando uma movimentação financeira em um dos caixas eletrônicas da agência da Caixa Econômica do município, momento este em que três indivíduos vieram a dialogar com o mesmo dizendo que o referido caixa não estava realizando saques e orientando que ele fosse para outra máquina.

Assim o homem atendeu a dica dos meliantes e nesse intervalo, cercado dos três elementos, percebeu que nesse instante o saque no valor de R$ 600,00 já havia sido realizado. Ao procurar os três homens não mais os avistou. De imediato correu para fora da agência e localizou os mesmos entrando apressadamente em um carro de cor prata modelo HB20.

Após os policiais chegarem ao local e se inteirar dos fatos, procuraram imagens de câmaras do comércio nas imediações da agência, sendo possível identificar o referido veículo que se tratava de carro automotivo modelo HB20,  placas RIK1DOO ano 2022, cor PRATA, de Crateús.

Vídeo verificado pela PM que ajudou a prender os golpistas

De imediato foi comunicado ao COPOM Iguatu, que em ato contínuo passou a monitorar o referido veículo até a cidade de Juazeiro do Norte, onde o mesmo foi abordado por uma viatura da PM que, após confirmarem as características dos ocupantes junto às imagens, apreenderam todo o material que estava de posse deles: vários cartões bancários e mais de R$1.000,00 em espécie. Ambos foram conduzidos para a 20°DRPC – Juazeiro do Norte.

A vítima, o agricultor José Vandir de Almeida, é natural de Várzea Alegre e residente no sítio Malhada do Juá – distrito de Calabaça.

Capitão Lindemberg – Comandante da 2Cia-10BPM – Várzea Alegre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × um =