Número de filiados e refiliados do NOVO-CE salta quase 80% em um ano

Há muitas formas de se mensurar a importância de um partido político, mas, nenhuma delas, é tão substancial quanto a adesão orgânica de novos filiados. O NOVO, que se propõe a fazer política de uma forma diferente, tem apresentado robusto crescimento no quantitativo de filiados e refiliados no Ceará nos últimos anos.

Em 2022, o partido NOVO fechou o ano com 447 novos filiados ou refiliados. No ano seguinte, um salto de quase 80%, chegando à marca de 798 filiados ou refiliados ao fim de dezembro de 2023. Neste ano, em apenas dois meses, já são 191 novos filiados ou refiliados.

Afonso Rocha – presidente estadual NOVO-CE

Para o presidente do diretório estadual do NOVO, Afonso Rocha, esse crescimento deve-se a soma de alguns fatores, como a vinda do Senador Eduardo Girão, em fevereiro de 2023, ao NOVO, que trouxe maior visibilidade ao partido; a mudanças realizadas pelo diretório nacional no anseio de capilarizar o partido; e ao próprio entendimento dos filiados na avaliação das bandeiras defendidas pelo NOVO.

O cenário é bastante positivo. Temos registrado um crescimento progressivo e nossa perspectiva é chegar a 2 mil filiados ao fim deste ano. Esses números vão além das estatísticas, é um indicativo de que nossa proposta de fazer política está sendo muito bem aceita. Com esse crescimento, teremos uma boa base política para elegermos nomes já nesta campanha, mas, sobretudo, na de 2026”, pontua Afonso Rocha.

O presidente do diretório estadual destaca que, para além do crescimento no número de filiados e refiliados, que por si só já demonstra um ganho de força do partido, o NOVO-CE tem avançado nas comissões. “A perspectiva é fechar este ano de 2024 com 20 comissões abertas”, pontua Afonso. 

Mesmo diante dos importantes indicadores apresentados nos últimos dois anos, Afonso Rocha reconhece que, há, naturalmente, gargalos a serem enfrentados nesta caminhada. O presidente do diretório destaca dois pontos: a limitação de receitas do partido e, também, “a forma séria com que fazemos política”. O candidato que queira se filiar ao NOVO passa por um filtro inicial, uma espécie de validação ideológica.

O NOVO é um partido formado por cidadãos comuns, que promove uma política mais participativa, eficiente e transparente. Um partido que acredita no indivíduo como o grande condutor de mudanças e que trabalha por um Brasil com mais oportunidades para todos.

Quase 50% dos filiados têm entre 20 e 40 anos

Cerca de 50% dos novos filiados e refiliados do NOVO-CE estão na faixa etária dos 20 aos 40 anos, o que demonstra um forte envolvimento jovem com o partido. Na avaliação de Afonso Rocha, esse indicador sugere que as bandeiras defendidas pelo NOVO estão em conformidade com os anseios da população, sobretudo na parcela da sociedade que é mais antenada com a política e a tudo que a cerca.

 “Isso mostra que o NOVO traz uma perspectiva real de mudança. A faixa etária mais jovem está muito antenada ao cenário político e não enxerga nesse cenário da política tradicional um futuro, mas vê no NOVO uma possibilidade real de mudança. Essa percepção, no entanto, não limita-se a essa faixa etária. Estamos tendo um crescimento plural e é isso que almejamos, um partido com novas ideias, um novo jeito de fazer política e que seja inclusivo e plural”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + 18 =