Prefeito de Várzea Alegre fala sobre sucessão municipal durante Podcast da Rádio Escotilha

Zé Hélder citou nome de Flavinho como mais cotado para cabeça de chapa e apontou possíveis nomes para vice

No Podcast Escotilha dessa quinta-feira (7) da Rádio TV Web Escotilha, apresentado pelo Capitão Horizonte, o prefeito de Várzea Alegre/CE, Zé Helder, falou sobre a sucessão municipal e o trabalho junto ao seu grupo político para a definição de um candidato a prefeito nas eleições deste ano. Ele avalia que o seu grupo político hoje em Várzea Alegre é muito amplo e conta com várias lideranças locais, citando inclusive nomes de possíveis candidatos.

“Quando a gente coloca alguns nomes em pesquisa, o nome do Flavinho, que é meu sobrinho, tem aparecido com muito destaque. E eu acredito que é pelo fato dele estar próximo a mim a mais de oito anos…”, disse Zé Helder se referindo ao provável candidato da situação.

Mas ainda não tem nenhuma definição, e não tem mesmo. Eu vou colocar para os partidos, para os vereadores e nós vamos sim discutir essa possibilidade”, concluiu o prefeito sobre a questão do seu provável candidato à sua substituição.

Sobre os possíveis candidatos a vice, Zé Helder citou os seguintes nomes: Carlos Kleber, Antônio Neto, Dr. Kaká e também o de Beto Primo.

Questionado sobre a saída do vice-prefeito Dr. Fabrício do seu grupo Zé aludiu que no contexto do que aconteceu Fabrício traiu o seu grupo.

Existia um casamento entre o nosso grupo e Fabrício. Ele foi oportunizado de ser vice-prefeito de Várzea Alegre na minha chapa durante dois momentos, em 2026 e 2020. Quantas pessoas não queriam essa vaga?”, frisou o prefeito.

O problema de alguns desencontros e desentendimentos dele com secretários é porque tem pessoas que têm mais dificuldade de se relacionar com outros do que outras pessoas. Tem pessoas que são mais do diálogo, do entendimento, e ele tem essa dificuldade. Só prá exemplificar, em 2020 tinha cinco vereadores compondo a coligação prá eleger junto com a vereadora Luciana e antes de terminar a eleição ele brigou com todos cinco”, concluiu.

Segundo Zé, o difícil relacionamento de Dr. Fabrício e a pouca habilidade com o diálogo dificultou o seu relacionamento dentro do grupo, o impossibilitando de conquistar a simpatia das lideranças para a composição de uma chapa como cabeça de chapa.

Zé mencionou ainda que há mais de um ano o seu vice vem conversando com a oposição, traindo assim a confiança dos integrantes do grupo da situação.

Capitão Horizonte (apresentador) e Zé Helder (convidado)

O Podcast contou com, além de perguntas e opiniões enviadas pelos internautas que acompanhavam a transmissão, questionamentos do Professor Virgínio Cândido, Dr. Luiz Ricardo, João Frutuoso e dos correspondentes escotilha Rafaela Sinésio e Franco Matos.

O PodcastEscotilha foi ao ar às 19h de ontem e bateu recorde de audiência, com mais de mil internautas acompanhando simultaneamente pelo YouTube e pelo menos 250 no Facebook, além dos ouvintes da Rádio Escotilha pelo aplicativo RadiosNet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 15 =