Os insultos da vida – Daci França

Quantas vezes partimos, enquanto ainda queríamos ficar;

Quantos sorrisos são banhados por lágrimas, quando ficamos confusos;

Quantas lembranças tornaram-se saudades;

Quantos medos sentimos, sem a certeza da aurora do amanhã;

Quantas vezes fomos rudes, por darmos espaços à arrogância;

Quanto tempo desperdiçamos em não observar nossas falhas;

Quantas vezes pensamos em juntar tesouros aqui, sendo que essa passagem é breve;

Quantos sofrimentos vividos, por enaltecer o orgulho;

Quantos desencontros, por falta de diálogo;

Quanta sabedoria oculta por manifestarmos a mesquinhez;

Quantas verdades trocadas por inverdades;

Quantos sonhos perdidos pela ausência da persistência;

Quantos amores  distantes por falta de maturidade;

Quantas vezes somos injustos, por puro egoísmo;

Quantas dúvidas sentimos por falta de clareza;

Quantas angustiadas por não liberarmos o perdão;

A vida, é uma dádiva natalina, que renasce todos os dias, e precisa ser sentida, de corpo, alma, mente e coração.  

 Viver com leveza  é o caminho para apreciá-la. 

Dacilene de França

Por:  Dacilene de França.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − seis =